Argentina autoriza a volta de voos internacionais


O governo argentino autorizou a retomada dos voos internacionais regulares no país. Por meio de uma resolução, publicada na última quinta-feira (29/10/2020), o Ministério dos Transportes da Argentina autorizou a Administração Nacional de Aviação Civil (Anac) a aprovar os horários de vôos internacionais apresentados pelas companhias aéreas que operam no país. Até o momento só estavam autorizados vôos internacionais em casos “especiais”, como repatriação.

A resolução destaca que “as empresas de transporte aéreo de passageiros vêm implementando protocolos de saúde que protegem os passageiros e os trabalhadores aeronáuticos e cumprem os padrões mínimos exigidos para o desenvolvimento da atividade em condições seguras” e também que “os serviços de transporte aéreo internacional de passageiros são estratégicos para o desenvolvimento das economias regionais do país e complementares a outras atividades produtivas e a sua reativação é essencial para iniciar a normalização progressiva e gradual” como justificativas para a retomada do serviço.

O único aeroporto autorizado a receber turistas dos países vizinhos é o de Ezeiza, mediante apresentação de PCR negativo , comprovante de seguro viagem. Além disso, quem entra no país deve, por um período mínimo de 14 dias a partir da sua entrada, aderir e utilizar o aplicativo “COVID 19-Ministério da Saúde”, em sua versão para dispositivos móveis.

De acordo com o divulgado pela Anac Argentina à imprensa local, 23 empresas internacionais já contam com mais de 30 rotas aprovadas a operar com voos regulares. Essa lista inclui Gol e Latam, além de Iberia, British Airways, Avianca, Air Europa, Ethiopian, Turkish Airlines, Boliviana de Aviación, Lufthansa, Sky Airlines Air France / KLM, United, Copa Airlines, American Airlines e Aeroméxico, que se juntam as Aerolineas Argentinas.